texto rotativo

Doença do Estresse: conheça a Herpes-Zóster que teve aumento de 20% nos casos na Bahia

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

 



 

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2024

Três pacientes ainda continuam internados do acidente envolvendo o micro-ônibus do TFD de Jequié,

 Atualiza

Atualização 11h de 03.02: Três pessoas ainda continuam internados, duas em estado grave, no Hospital Geral do Estado, em Salvador, vítimas do grave acidente ocorrido ontem 02.02 na BR-324.  A equipe do BZM entrou em contato com passageiros que estavam no micro-ônibus. A informação é que os passageiros mais feridos estavam sem cinto de segurança. Uma criança foi arremessado para fora do veículo, mais passa bem. A paciente mais grave tem 37 anos e teve traumatismo cranioencefálico.

Atualização 19h: Sobe para 11, as pessoas feridas, no acidente envolvendo o micro-ônibus do TFD-Tratamento Fora de Domicílio de Jequié. Uma criança está entre os feridos. As causas do acidente ainda não foram reveladas. Uma assistente social que estava no veículo é a paciente, que está em estado grave no Hospital Geral do Estado.

Notícia Principal: Cinco pacientes oriundos da cidade de Jequié, ficaram feridos em um acidente por volta das 4h da madrugada desta sexta-feira 02.02.2024, quando seguiam para fazer tratamento de saúde em Salvador. No micro-ônibus estavam 23 pessoas. O acidente aconteceu no KM 587, município de Candeias na BR-324, região metropolitana de Salvador.

 O micro-ônibus saiu da pista, cruzou o canteiro e parou no acostamento contrário e ficou bastante danificado.

 A prefeitura de Jequié encaminhou nota aos veículos de comunicação informando que todos os pacientes estão assistidos e que os ferido foram levados para hospitais na capital baiana. 

 Usuários do TFD informaram ao Blog www.zeniltonmeira.com.br, que antes estes micro-ônibus tinham dois motorista e que depois da terceirização, só um motorista para dirigir e fazer todas as logísticas da viagem.

 O motorista conhecido como Garcia, saiu de Jequié por volta das 21h, geralmente chega a Salvador  por volta de 5h e faz a distribuição dos pacientes em vários hospitais. No bate e volta ele começa pegar os paciente por volta das 11h para retornar para Jequié.

 A nossa redação tem recebido vários comentários de usuários do TFD, que relatam ter medo da viagem principalmente depois que o serviço foi terceirizado. Aguardando mais informações!

 


4 comentários:

Anônimo disse...

Cadê o governador que abriu no HRPV o setor de tratamento de CA

Anônimo disse...

Estes exames e tratamentos médicos que este pessoal vão fazer em Salvador, não são oferecidos aqui em Jequié ? Porque? Com a palavra o governador e o prefeito. Com jequieense me humilhado em ver conterrâneos se submetendo a este tipo de situação, por irresponsabilidade e falta de vontade política destes políticos em ampliar os serviços de saúde na cidade. Uma vergonha!

Anônimo disse...

Com jequieense me sinto humilhado , quis dizer.

Anônimo disse...

Até agora não vejo melhoria com a Unacon, td continua na mesma demanda desesperadora de sempre , dos pacientes irem pra tão longe, com tanto perigo e desconforto antes e pós exames...mto triste tudo isso