texto rotativo

Doença do Estresse: conheça a Herpes-Zóster que teve aumento de 20% nos casos na Bahia

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

 



 

sexta-feira, 5 de julho de 2024

Jequié: Até que fim uma resposta na altura da civilidade

Clique na foto que irá te direcionar para o vídeo!

O prefeito Zé Cocá recebeu um puxão de orelha do pré-candidato Alexandre Iossef, em resposta as palavras chulas utilizadas pelo chefe do executivo jequieense, quando em uma emissora tentou desqualificar o excelentíssimo vereador Sidney Magal (PSD), que protocolou um vídeo/denuncia no Ministério Público Estadual, contra o prefeito. “Infelizmente o vereador Sidney Magal merecia usar aquele nariz de palhaço. Para se aparecer. Um verdadeiro demagogo, homem que mente para me, não vale nada. Meu pai dizia quem mente, rouba, mata, faz qualquer coisa”, disse o prefeito.

O vereador denunciou no MP, que a Prefeitura de Jequié estaria fazendo serviço de terraplanagem em uma estrada vicinal no povoado do América, com tratores e caminhões caçamba pertencente ao Município de Jequié, para beneficiar um parente do atual prefeito de Jequié, que segundo o vereador é pré-candidato a prefeito daquele vizinho município.

O local segundo informações do atual Prefeito de Lafaiete Coutinho João Véio (Avante), pertence a seu município e tem prova por meio do IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que ratifica por meio de mapas.

Atenção ao puxão de orelha: “Vamos ser sinceros! Se um prefeito dispensa esse tipo de tratamento, a uma autoridade do nosso município, membro do legislativo municipal dessa maneiro, imagine como ele pode lhe tratar, caso discorde de sua opinião. Ir ao rádio para xingar um vereador de mentiroso, palhaço e ainda dizer que quem mente é capaz de roubar, de matar, de fazer qualquer coisa. Isso é simplesmente inadmissível, o respeito cabe e deve ser obrigatório em qualquer lugar, ainda mais nas relações entre poderes municipais. Onde já se viu um prefeito se comportar assim? Com tanta falta de respeito”, disse Alexandre.

Vamos aguarda o final da história, com o veredito do Ministério Público, para saber quem é capaz de roubar, matar e de fazer qualquer coisa. Ou seja, quem é o mentiroso.

Nenhum comentário: